fbpx

Blog

Pós-lançamento: Quando Eu Te Beijar (Ward 2)

by

Gentee! Como demorei pra fazer esse post! Mas decidi que tinha que postar antes que o livro completasse 2 meses de lançamento! Parece que faz muuuuito tempo, não é? Mas foi tipo ontem que saiu o final da trilogia!

E vocês foram sinistras de novo! Então bora botar o sucesso na rua!

ITUNES
(Bombando! Fomos o romance mais vendido! E o #2 livro mais vendido da loja, logo embaixo do Grey – que reviveu com o lançamento do filme – mas tudo bem, Grey! A gente deixa você ficar por cima, mas só um pouco, ok? Eu até zoei la na fanpage que o iTunes e o Kobo me dão os encontros mais cômicos, quando não to embaixo ou em cima do Grey, estou embaixo ou em cima do Gideon Cross! hahahahaha)

quando eu te beijar mais vendido itunes quandoeutebeijar romance mais vendido 2maisvendidoitunes

 

KOBO
(YEAAH! Baby! Guess What! Adivinha quem foi o romance mais vendido do Kobo por mais de semana! UHU!!)

quando eu te beijar koboromancenovidadesquandoeutebeijar kobomaisvendidosromance1

AMAZON
(Sambando no Top 100!! Aeee! E #1 em romance contemporâneo! E depois a trilogia toda nos contemporâneos mais vendidos! Vai, garota!!)

quando eu te beijar maisvendido amazon contemporaneo quandoeutebeijar 3maisvendidoamazonficçaocontemporanea3notopmarcado

 

GOOGLE PLAY
(aqui a gente também não se contenta com um Ward, tem que ter pelo menos dois no Top 100! hahahaha)

quandoeutebeijar top100 googleplay

googleplay10

Foi sinistro assim, não é? Muuuuuuito obrigada, gente! Vocês foram demais! Faz quase 2 meses que o último livro foi lançado e continua lindo entre os mais vendidos dessas lojas! Obrigada pelo apoio! E bem-vindos aos Ward! Nós sambamos com a trilogia inteira. Foi destruidor! Foi muito legal! Dedico tudo a vocês! Obrigada por continuarem lendo! *.*

Bjuux <3 <3

Valorize o trabalho dos autores, diga não a pirataria!

by

Valorize os autores

Sei que muitos de vocês não vão ler isso, mas se pelo menos alguns pensarem sobre e disseminarem o pensamento… Eu tenho recebido muitas denúncias dos meus livros pirateados. Óbvio que não é novidade. E eu confesso que sou uma das autoras menos ativas na parte de denunciar e brigar sobre isso, pois vejo outros autores nessa luta todo dia. Mas gente, isso é furto, é o mesmo que você ver a bolsa de alguém num lugar, pegá-la e sair correndo.

Eu passei por uma situação no lançamento do livro Quando Eu Olhar Pra Você que foi tão absurda que chegou a ser cômica. O livro deveria ser lançado dia 4, mas a Amazon liberou tão rápido que saiu dia 3, antes das outras lojas. E foi imediatamente pirateado. Ou seja, tinha gente lendo o pirata ANTES de quem ia comprar o livro pela Amazon, iTunes, Kobo ou outra loja. E pior, se vangloriando disso. Isso é algo recorrente, com outros autores também. E eu não sei vocês, mas pra mim se uma pessoa se vangloria de ter cometido um furto, ou ela sofre de sérios distúrbios ou tem público para achar isso “legal” e essas pessoas também estão sofrendo de algum problema.

Afinal, as mesmas pessoas que todo dia enchem a nossa timeline de “luta contra a corrupção” e matérias de absurdos e roubos cometidos, estão furtando. Eu sei, eu vejo pessoas que sei que pirateiam livro compartilhando isso todo dia. Você conhece o caráter de uma pessoa em relação as menores coisas. Não é só por ela pegar uma arma e roubar alguém que ela é ruim ou por desviar milhões seja lá de onde, afinal isso é bem mais difícil. Furtar um e-book é fácil demais e quanto mais fácil o crime, mais medíocre o ladrão.

Os livros são baratos, eu cobro por eles o que eu pagaria num e-book. E além de ser um furto, um desrespeito ao trabalho do autor, já pensou em apoiar os autores? Porque se você quer ler algo dele, você tem interesse nesse autor, então por que não apoia-lo? Eu juro que entendo a necessidade de traduzir e disponibilizar o livro de autores que não tem seus trabalhos lançados no Brasil, mas como você explica a canalhice de não querer pagar R$ 2 reais num e-book de um autor lançado no país (eu tenho um livro nesse valor e ele é um dos mais pirateados) e preferir furtar? Porque é como se você pegasse R$ 2 reais de alguém. Ou R$ 6 reais, ou R$ 7…

Não vou ser a consciência de ninguém, mas aproveitando que estamos começando um novo ano, em 2015, pense em apoiar o trabalho dos autores e incentiva-los a continuar a escrever. E pense em se pôr no lugar deles, eu amo escrever, mas um livro é um trabalho criativo e feito por aquele autor. Não roube o trabalho alheio. Incentive. Se você gosta do autor, compre seu livro e ao invés de subir o arquivo dele por aí, volte e deixe um review onde você comprou para ajudar o autor e também outros leitores a descobrirem o livro.

Não consigo entender porque as pessoas não conseguem enxergar o livro como um trabalho de alguém. Se você produziu uma blusa, um bolo, fez a unha de alguém, um penteado em alguém… isso é o seu trabalho. E ele deve ser valorizado. Então por que um livro não recebe o mesmo respeito? Se você não entra numa loja, padaria ou qualquer lugar e furta alguma coisa, então por que furta um livro?

Só nesse fim de ano recebi 20 links de pessoas diferentes disponibilizando os meus livros. Eles estão à venda em todas as lojas online. E a cada vez que você faz o download ou o upload desses arquivos pirateados, se torna só mais um criminoso. Não importa o tamanho do delito, é crime do mesmo jeito. E se suja por menos de 10 reais. Eu duvido que vocês precisem disso.

Então, mais uma vez. Para 2015, apoiem o trabalho dos autores e não incentivem o furto do trabalho alheio. Respeite. Valorize. Diga não à pirataria.

Obrigada por ler!

Lucy.

Book Trailer: Quando Eu Te Beijar

by

Heey, ladies! O book trailer de Quando Eu Te Beijar, o fim da trilogia dos Ward, finalmente está no ar e ficou lindo! Chegou derrubando os forninhos de leitoras que estão esperando desesperadamente pelo Sean!

Quero agradecer a Lila (minha guru dos vídeos) por ajudar com os detalhes técnicos (ta renderizando!!! Ta renderizando!! Mas que boy é esse desse vídeo? Cadê telefone? Onde ele mora? Vamos stalkear!!). Muito amor na madrugada! Sim foi tudo feito por madrugadas de dezembro porque a autora e sua amiga entendedora de detalhes de vídeos são duas mortais que trabalham de dia e chegam tarde. Então, assim como os livros, os vídeos, capas e tudo mais só acontece na melhor hora: A madruga!! <3

Você vai encontrar imagens no vídeo pra representar o que vocês dizem que imaginam ao ler sobre Sean e Beatrice e o que eu imagino quando escrevo. Juntando tudo, ficou um arraso! Mas prestem atenção no book trailer que tem cenas que denunciam coisas que acontecem no livro, hein! Agora chega de enrolação:

Ficou uma loucuraaaa! Tão bom que tem até um teaser do book trailer. Bônus pra música tema ma-ra-vi-lho-sa: Impossible – Rochelle Jordan. Porque os Ward são muuuito impossible!! hahahaha 😛

Espero que gostem!

Bjuux

Capa Revelada + Sinopse: Quando Eu Te Beijar (Ward 2)

by

Finalmente chegou a hora de revelar a capa e a sinopse do último livro da trilogia sobre Sean e Beatrice Ward! YAY! Confiram abaixo:

Quando Eu Te Beijar - Capa

Sinopse: 

A cada dia o fim fica mais próximo e eles sabem que essa é sua última chance. Sean quer Beatrice de volta a qualquer custo, mas vai descobrir que seu amor e seus erros não são nada contra o perigo que nunca deixou sua vida.

E se ele não pode protegê-la… não pode mais tê-la.

No final, todos os segredos e barreiras vão desmoronar junto com sua chance de consertar tudo que fizeram em quatro anos de mentiras e fingimentos.

O tempo está acabando e os escândalos aumentando. Agora é tudo ou nada. Mas será que vale arriscar tanto para terminarem juntos?

Prepare-se para o fim da trilogia dos Ward. Eles voltam mais errados, sensuais e perigosos do que nunca.

Lançamento: 24/01/2015 na Amazon, iTunes, Kobo, Google Play, Nook e Livraria Cultura.

Book Trailer: 02/01/2015

Você encontra mais informações sobre o livro na página dele: http://www.lucyvargas.net/quando-eu-te-beijar

Lembrando que, esse é o último livro da trilogia que conta a história de Sean e Beatrice Ward, mas a série da família Ward continua. Depois desse livro, vocês vão ler sobre o Jared Ward, a Tess Ward e outros personagens da família que aparecem ao longo dos livros, ok? Mas só Sean e Beatrice tiveram mais de um livro.

E meus adorados blogs parceiros também postaram sobre a revelação de capa! Confiram os links:

A Borboleta Que lê 

Just Breathe

Meu Vício Em Livros

Bjuux

Indicando Romances Históricos II

by

Heey, ladies! Hoje eu vim indicar dois livros que já estão um tanto velhos na praça. Um foi lançado em 2005 e o outro em 2003. Ou seja, quase dez anos atrás, eu era uma adolescente beem, beem mais ou menos ainda! hahahahaha Vocês infelizmente não os encontrarão em livrarias e nem em bancas. No caso da Nova Cultural, vocês não encontrarão mesmo porque ela faliu. E a Harlequin… bem, é um problema a parte.

O Segredo do Duque – Terri Brisbin

osegredoduque

Sinopse: Tudo que Miranda Warfield sempre havia desejado era ser esposa de um homem, não de um título de nobreza! Mas, há anos seu casamento com Adrian, duque de Windmere, não passava de uma cordial aliança entre famílias. Agora, miraculosamente, o carinhoso e apaixonado Adrian que Miranda conhecera na juventude tinha ressuscitado, fazendo-a voltar a sentir-se uma noiva. Mas Miranda devia confiar nesse novo Adrian? Por que seu marido, de repente, estava marcando encontros secretos com o advogado para aconselhar-se sobre cavalheiros solteiros da sociedade? Será que os olhos de seu marido traíram um segredo que os lábios ardentes negavam? (Skoob)

Eu gosto muito desse livro, eu o li há anos, assim que saiu, lembro que ele era novinho na época. Depois o reli, mas já faz muito tempo e mesmo assim ainda lembro bem dele. E é um tipo de romance que eu amooooo! Casamento problemático. E nesse caso, nem foi casamento de conveniência, ele se tornou assim depois (como algumas de vocês devem saber, eu gosto tanto do tema que tenho uma versão moderna do assunto, os Ward também tem um sério problema com um casamento que não foi de conveniência, mas acabou se tornando um).

Ainda não escrevi um romance de época dentro desse tema, mas acredite, escreverei! Enfim, voltando ao livro – eu me animo, notaram -, se vocês estão lendo romance há algum tempo e conhecem a Harlequin ou conheceram a Nova Cultural, então vocês já devem ter visto algo da Terri Brisbin por aí. Ela é justamente uma autora de romances históricos! Ta-ram! hahahaha Mas ela realmente só escreve esse gênero. E eu super recomendo a leitura dos livros dela! Sério, podem correr atrás dos livros. A mulher adoora jogar alto na nobreza, gosta de mexer com realeza e gente poderosa. Barão que nada! Ela adora um duque, assim como eu. Foi assim que lembrei desse livro dela, porque estou escrevendo um sobre um duque.

Você vai ler esse livro em um dia se tiver tempo, de qualquer forma, vai ser rápido. A história é dinâmica, o começo é quase polêmico. Lembro que abri o livro, isso uns 9 anos atrás quando eu era bem mais inocente e fiquei: O quee? Mas como assim? Que penetrando na primeira frase do livro é esse? Como que ele já começa assim? Atualmente, eu não ia nem piscar, quase 10 anos depois, já vi (e escrevi) coisa bem mais explícita! hahahahaha

Eu adoro que o duque acha que vai morrer e muda no meio da história,mas está naquele casamento que se deteriorou exatamente porque ele herdou o título de duque. Algo não planejado, porque o irmão dele que era o duque. E a mãe dele foi a grande responsável por isso, a mulher comanda os Windmere na rédia curta. Da pena da Miranda, tudo funciona daquele jeito rígido e absolutamente normal para as famílias da alta sociedade inglesa daquela época. Eu não sei bem a data desse livro, mas pelo que é dito e descrito, to chutando que é georgiano. Até porque a Terri escreve muito nesse período. Apesar de certos itens que não condizem com a época, mas acho que foi erro de tradução. Falando nisso, não sei se a Harlequin cortou muito esse livro, eu nunca o li em inglês, mas ao menos não parece ter sido mutilado.

Enfim, o duque muda com a iminência de sua morte e volta a enxergar a esposa como era quando casaram e sem ser daquele jeito mecânico que passaram a viver só para conseguir conceber um herdeiro. E ele se reapaixona. A Miranda é muito legal, ficou presa nessa história de ser duquesa e com a duquesa viúva sem deixa-la ter o poder total de sua posição. Afinal, se ela não tinha produzido um herdeiro, do jeito que as coisas funcionavam, não tinha que mandar mais do que a mãe do duque. Complicadíssimo! Você vai ter que ler pra saber que babado é esse de morte do duque, a mãe megera e dona do mundo e como a Miranda supera tudo isso.

Obstinado Coração – Donna Simpson

classicos-historicos-286-obstinado-coraco-romance-15779-MLB20107729843_062014-F

Inglaterra, 1820.

Uma dama consegue encontrar o amor… na segunda tentativa

Pamela tem certeza de que não foi feita para ser uma dama da sociedade. Desde quando debutou, jurou a si mesma jamais tornar a se submeter àquele glamouroso turbilhão social… até que sua avó a convenceu a voltar para Londres com uma oferta irresistível: prometeu ensinar-lhe tudo que precisava saber para conseguir o pedido de casamento de sir Colin.

Cansada de tantas restrições impostas pela sociedade, ela sai para uma cavalgada pelo Hyde Park e atrai a atenção de Malcolm Bercombe, o irresistível e reservado conde de Strongwycke. De repente, Pamela está se interessando por um bonito solteirão que parece achá-la atraente apenas pelo fato de ser ela mesma. E quando sir Colin aparecer, determinado a conquistá-la, Pamela não terá dificuldade em saber qual pretendente será digno de seu obstinado coração!

Diferente da Terri, a Donna Simpson não é tão conhecida por aqui. Com exceção, imagino, das leitoras de romances históricos em inglês. Eu mesma só li esse livro dela e não é um dos meus favoritos, mas eu gostei, tanto que lembrei dele anos depois para esse post e acho um ótima leitura para fãs do gênero.

Eu acabei descobrindo que esse livro faz parte de uma trilogia, mas não em sequência. Só que é algo tão obscuro que nem no Goodreads diz. Você só encontra essa informação no site da autora, escrito bem discretamente ao lado da imagem das capas. E a trilogia não tem nome. Lá só diz “sequência de A Country Courtship” (não lançado no Brasil). Então acabei descobrindo assim que, Obstinado Coração é o 2° livro da trilogia. E que o 3° livro foi lançado aqui, mas… eu não li!!

inesperado-reencontro-donna-simpson-classicos-historicos-16026-MLB20112654404_062014-OInesperado Reencontro é o 3° livro dessa “sequência” que a Donna Simpson armou. Eu pretendo lê-lo em breve. Espero que seja agradável como o anterior. O 1° livro é sobre como o irmão da Pamela se apaixonou e noivou. Tanto o irmão quanto a futura cunhada aparecem nesse 2° livro.

Em Obstinado Coração, Pamela é uma garota simpática, fui com a cara dela no início. Só que a pobre acha que o sir Colin, um amigo de infância vai voltar e ama-la e bla, bla, bla. Ele é um idiota! Ainda por cima é apaixonado pela irmã dela que é uma maldosa. Por que não a enxergou antes, quando ela não era uma “dama perfeita”? Depois, quando ela estava já na 2° temporada e bem treinada, mudada e tudo mais e recebendo atenção de outro, o bobocão diz que “saiu pro sol, pois esteve cego esse tempo todo (e só enxergando a irmã dela, claro)”. Eu queria bater nele. Aquele estorvo. Até o meio do livro estava tudo bem, mas dali em diante você vai querer dar um soco na Pamela, aquela boba.

Eu não lembro tão bem desse livro como lembro do Segredo do Duque, mas lembro perfeitamente que não torci pelo Colin nem por um segundo. E a Pamela vira uma babaquinha também. Adorei o lorde Malcom, mesmo que aos trancos e barrancos, ele é um cavalheiro. E a filha dele ajuda muito na questão. Ele também foi extremamente paciente com a Pamela, mas até ele teve seus limites.

Não lembro se Beatrice e David, o casal principal de Inesperado Reencontro, são personagens em Obstinado Coração. Eu sei que eles têm um passado que não acabou bem e se reencontram por causa de lady Elizabeth. Na maior parte do livro a avó da Pamela era “a idosa dama” e “a matriarca da família” ou “sua avó”. Então não lembro se ela é lady Elizabeth.

Bem, se vocês lerem Inesperado Reencontro antes de mim, não deixem de me contar o que acharam. Eu gostei dessas capas, bem ao estilo do livro, tirando o duque descamisado, os outros livros estão com capas bem bonitas!

Olhar meus livros velhos, me lembra como eu fui descuidada na adolescência. Jogando os livros de qualquer jeito nas mochilas da vida!
Olhar meus livros velhos, me lembra como eu fui descuidada na adolescência. Jogando os livros de qualquer jeito nas mochilas da vida!

Você infelizmente não encontrará esses livros para vender, a não ser em sebos ou com alguma leitora que esteja vendendo ou trocando. Mas eles estão disponíveis em bibliotecas online de outros leitores, é só procurar no Google. Lembrando que, sou completamente contra a pirataria, mas pra mim esse caso é diferente, porque é o único jeito. Pois a Nova Cultural, editora desses livros, não existe mais, tampouco deixou seu catálogo disponível em e-books, não vende mais os livros físicos e ninguém é obrigado a saber ler em inglês. Se você puder, adquira o livro num sebo ou com algum outro leitor. Caso contrário, leia como for possível.

Bjuux e até a próxima indicação! 😉